Google+ Canal Brasília: Fevereiro 2011

16 de fevereiro de 2011

Infraero assina Ordem de Serviço para ampliar Estacionamento do Aeroporto Internacional de Curitiba (PR)

Por Leandro Lisbôa

A Infraero assinou nesta terça-feira (15/02) a Ordem de Serviço para executar a ampliação do Estacionamento de veículos do Aeroporto Internacional de Curitiba/São José dos Pinhais – Afonso Pena (PR).

Serão investidos cerca de R$ 11 milhões no empreendimento, deixará o estacionamento com uma área total de 70,5 mil m², com cerca de 2,2 mil novas vagas para carros, micro-ônibus e motos, além de vagas exclusivas para deficientes físicos. Atualmente o espaço tem capacidade para cerca de 600 veículos.

O prazo previsto para execução do serviço será de 180 dias a partir da assinatura. “Essa é mais uma obra que dará conforto e comodidade ao usuário e ao passageiro, além de preparar o Terminal atender toda a sua demanda”, avaliou o superintendente da Regional Sul, Carlos Alberto da Silva Souza.

Mais investimentos

Além das obras de ampliação do Estacionamento de veículos, a Infraero já publicou o edital de licitação para a execução das obras de ampliação do Pátio de aeronaves do Aeroporto Internacional de Curitiba/Afonso Pena (PR), com investimentos de R$ 28,3 milhões. As propostas serão apresentadas no começo de março.

Outro investimento previsto para o aeroporto, cuja Ordem de Serviço foi assinada em novembro do ano passado, é a obra de ampliação do Terminal de Logística de Carga (Teca). Serão investidos R$ 17 milhões nessa obra, que deverá ser finalizada em 2012.

Confira esta matéria no site Clicando aqui.

E novamente quem paga é o aluno

Por Leandro Lisbôa


Fácil?! Não se engane, pois, apesar de ter este nome, a empresa contratada pelo Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) para prestar o serviço de bilhetagem eletrônica do Distrito Federal mostra-se cada vez mais incapaz de realizar o serviço.

Desde que a empresa começou a prestar o serviço, os estudantes, principalmente, tem tido cada vez mais dificuldade em adquirir os serviços oferecidos. Os diversos alunos que deveriam receber o passe livre estudantil já estão mais que saturados com os problemas que são apresentados mês após mês e ocasionam diversos transtornos para os que dependem integralmente do serviço que deveria ser exemplo na capital federal.

A gratuidade, outrora tão desejada pelos estudantes, está tão carregada de empecilhos burocráticos que há quem prefira o formato anterior, onde o aluno pagava a passagem. E há quem diga: “Era melhor quando tinha de comprar. Ao menos eu tinha certeza de conseguir as passagens”.

Entretanto, esse não é o maior dos problemas da empresa, comandada pelo dono de uma das maiores frotas de ônibus do DF. A qualidade também deixa muito a desejar. Chego a desconfiar que os problemas apresentados pela “Fácil” – impossibilidade de recarga, cadastro e muitos outros – não passam de estratégia empresarial para forçar os usuários a pagar a passagem em valor integral.

Com todos os problemas apresentados pela empresa em questão, DFTrans resolveu embargar o recolhimento de fichas de cadastro, confecção de cartões e a recarga dos mesmos. A atitude, que deveria ter sido tomada desde a primeira demonstração de incompetência, só veio a uma semana do início do período letivo de 2011 e causa desespero aos universitários, pais e alunos que dependem do serviço.

Pergunto-me: qual o critério utilizado pelo DFTrans para resolver cancelar os serviços da empresa a esta altura do campeonato, quando poderia ter realizado o bloqueio nos meses de dezembro e início de janeiro, pois o fluxo de estudantes é menor que o do mês de fevereiro?

No fim das contas, mais uma vez, quem paga é o estudante!

11 de fevereiro de 2011

Infraero entrega revitalização da pista do Aeroporto de Santarém

Por Leandro Lisbôa

A Infraero concluiu nesta primeira semana de fevereiro as obras de reforma na pista de pousos e decolagens do Aeroporto de Santarém/Maestro Wilson Fonseca (PA). Foram investidos cerca de R$ 482 mil nos trabalhos de revitalização, que duraram dois meses.

Com os serviços de melhoria, a pista do Aeroporto de Santarém, que possui 2.400 metros, passa a oferecer melhores índices de segurança às operações de pouso e decolagem. Durante as obras, as operações do aeroporto não sofreram alterações.

De acordo com a superintendente de Santarém, Maria do Perpétuo Socorro Souza Ferreira, as obras são positivas para o aeroporto. “Com estes trabalhos, a Infraero se empenha na melhoria contínua da infraestrutura da Rede, atendendo a demanda com qualidade e aumentando ainda mais a segurança nos pousos e decolagens”, pontuou a superintendente.

Confira a matéria no site Clicando aqui.

Aplicativo “Voos Online” da Infraero alcança a marca de 50 mil downloads

Por Tiago Benia e Leandro Lisbôa

O aplicativo "Infraero – Voos Online" já alcançou a marca de 50 mil downloads. Lançado em 3/1, o aplicativo, que permite ao usuário consultar, por meio de dispositivos móveis como smartphones, a situação dos voos de forma rápida e simples, faz parte da campanha “Fique Por Dentro”, que tem como objetivo facilitar o acesso dos usuários às informações dos aeroportos administrados pela Infraero.

Somente de 3 a 16/1, o aplicativo já havia sido baixado 14,3 mil vezes, com boas avaliações dos usuários, que inicialmente colocaram o aplicativo entre os três mais procurados na categoria Travel da App Store Brasil, passando na sequência para a liderança dos programas gratuitos. O programa pode ser baixado gratuitamente pelo hotsite da campanha (www.infraero.gov.br/fiquepordentro), e está disponível para iPhone, iPod, iPad e Blackberry.

Para a superintendente de Marketing e Comunicação Social da Infraero, Léa Cavallero, o desempenho da ferramenta atesta a eficácia da campanha “Fique por Dentro”. “É um aplicativo que reúne as informações básicas para qualquer pessoa que vai utilizar o transporte aéreo, além de esclarecer as atribuições dos integrantes do setor aéreo”, avaliou.

Presença digital

O conceito de presença digital é uma das novidades da campanha "Fique Por Dentro", que inseriu os conteúdos do Guia do Passageiro e reforçou as orientações aos viajantes nas redes sociais, como o Twitter, Facebook e Orkut, entre outros. Essa estratégia também é uma das responsáveis pela difusão do aplicativo, que além de ser gratuito, teve seu conteúdo divulgado e compartilhado pelos próprios usuários, com destaque para aqueles que seguem os perfis @infraerobrasil e @canalinfraero.

Confira a matéria no site Clicando aqui.

8 de fevereiro de 2011

O máximo do Mínimo

Por Leandro Lisbôa

Voltam à tona as discussões sobre o aumento do salário mínimo. A presidente da República, Dilma Rousseff, disse, no dia 28/1, que não vai autorizar aumento superior aos R$ 545, anunciados anteriormente. A presidente disse ainda que se as Centrais Sindicais quiserem, isso mesmo, quiserem, é o que o governo tem a oferecer.

Obviamente que com a inteligência de Dilma, a frase não foi dita dessa maneira. Contudo, é importante lembrar que o processo burocrático de aumento existe apenas quando o reajuste é referente ao salário mínimo. Afinal, dar um aumento de R$ 5 para os quase 190 milhões de habitantes fará a máquina pública sobrecarregar e causará o caos econômico ao país.

O curioso é que essa mesma máquina pública não infla quando os parlamentares reajustam seus próprios salários em mais de R$ 12 mil. Nesse caso, pode, afinal, não são 190 milhões. Os mesmos parlamentares trabalham apenas três dias por semana e ainda cobram hora extra para trabalhar em outros dias e fora do horário, além de ter auxílio gás, combustível, moradia, passagem aérea e, se brincar, em breve, votarão para receber auxílio respiração. Pense nisso e veja o quão absurdo é um deputado receber R$ 27 mil.

Uma semana após assumir o governo do Distrito Federal, Agnelo Queiroz aumentou os salários de sua equipe alegando que era preciso ter uma remuneração compatível para o trabalho. Então vale a análise: o cidadão “comum” que trabalha um mês inteiro para receber apenas R$ 540 não deveria receber um salário compatível aos 30 dias de trabalho?

Enquanto uns aumentam o próprio salário e o cidadão sofre para se virar com o salário “miséria” que recebe, os hospitais, escolas e muitos outros estabelecimentos que deveriam receber atenção são jogados de lado.

Portanto, senhora presidente, com todo respeito, primeiro ponha ordem na zona que é o Congresso e na politicagem que se instalou neste país. Feito isso, além de sobrar muito mais dinheiro para os investimentos do Brasil, a senhora terá a capacidade de dar o aumento que o trabalhador realmente merece.

Aguardo ansiosamente pelo dia em que os políticos terão o poder e o usarão para fazer política e não para fazer politicagem.

Infraero contrata estudos ambientais para construir nova Pista de Pouso de Salvador (BA)

Por Leandro Lisbôa

A Infraero assinou na última terça-feira (1º/02) a Ordem de Serviço para a elaboração do Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) referentes à construção da nova Pista de Pouso e Decolagem do Aeroporto Internacional de Salvador – Deputado Luís Eduardo Magalhães.

De acordo com o documento, a empresa contratada terá 395 dias – após a assinatura – para desenvolver e entregar as avaliações que determinar a viabilidade das obras, bem como as eventuais medidas ambientais que deverão ser tomadas para a construção da segunda pista do aeroporto, que deverá ter 2,4 mil metros de comprimento por 45 metros de largura.

Para a elaboração do estudo e do relatório será investido R$ 1,2 milhão, cujo objetivo é mapear as interferências que o empreendimento pode causar no Meio Ambiente. “Com essas informações a Infraero poderá garantir o desenvolvimento sustentável infraestrutura aeroportuária de um dos principais aeroportos do País”, avalia o superintendente da Regional Centro-Leste, José Cassiano Ferreira Filho.

Após os estudos e com a aprovação do Instituto do Meio Ambiente da Bahia, a Infraero poderá iniciar os estudos preliminares para a execução do empreendimento.


Confira esta matéria no site Clicando aqui.


3 de fevereiro de 2011

Infraero assina contrato para obras de reforma do Aeroporto de Natal

Por Leandro Lisbôa

A Infraero assinou nesta quinta-feira (3/2) o contrato para a execução das obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Augusto Severo/ Natal (RN). Serão investidos R$ 16,4 milhões nas obras, que durarão cerca de 10 meses.

Entre as melhorias previstas para o aeroporto, estão a ampliação das salas de embarque e desembarque doméstico e internacional; aumento das áreas públicas para circulação; criação de 10 novos balcões de check-in; nova entrada da sala de embarque; adequação das áreas comerciais; recuperação da estrutura metálica; substituição do sistema termoacústico do saguão; substituição do sistema de ar-condicionado; e modernização de vários sistemas eletrônicos de monitoramento interno. Os trabalhos proporcionarão mais espaço, segurança e conforto para os usuários do Aeroporto de Natal.

O superintendente da Regional Nordeste, Fernando Nicácio, reafirmou o compromisso da Infraero no trabalho contínuo de aperfeiçoamento do aeroporto e os benefícios da reforma para o Rio Grande do Norte. “Continuaremos a apoiar o crescimento do Estado, trabalhando com eficiência para honrar o cenário promissor do Rio Grande do Norte", concluiu.

Já o superintendente do Aeroporto, Usiel Paulo Vieira, enfatizou a importância das melhorias inclusive em relação aos eventos futuros no País. “A modernização e ampliação do Augusto Severo é resultado da visão estratégica da Infraero. Está sendo planejado o futuro da atividade aeroportuária potiguar e não apenas os eventos sazonais”, notou Usiel.

Confira esta matéria no site Clicando aqui.